fbpx

Como refrigerar alimentos corretamente

Você sabia que a má conservação de alimentos é uma das principais causas de intoxicação alimentar? De acordo com o portal Dr Drauzio Varella, a ingestão de comida mal cozida e o manuseio e conservação impróprios dos alimentos provocam cerca de 670 surtos no País, totalizando 13 mil doentes todos os anos.

Neste post, você vai tirar suas dúvidas sobre intoxicação alimentar e aprender como refrigerar corretamente os alimentos. Confira!

Quais os sintomas de intoxicação alimentar?

Os efeitos são náuseas, vômitos, diarreia, febre, dor abdominal, cólicas e mal-estar. Nos quadros mais graves, podem ocorrer desidratação, perda de peso e queda da pressão arterial. Além desses sintomas, a intoxicação pode causar ruídos hidroaéreos, ou seja, sons de ronco emitidos pelo aparelho gastrintestinal.

O problema ocorre quando a água e/ou alimentos estão contaminados por bactérias, vírus e microrganismos capazes de viver e  multiplicar-se no interior do intestino. 

Quanto tempo leva para alimentos começarem a estragar

A temperatura influencia diretamente na velocidade da multiplicação dos microrganismos causadores de intoxicação alimentar. 

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os microrganismos ficam ativos e começam a  reproduzir-se nos alimentos, quando estão armazenados em uma temperatura acima de quatro graus. A multiplicação tende a ser mais rápida, quando a temperatura passa de dez graus.

Com refrigeração a até 10ºC, os alimentos frios podem levar quatro horas antes de começar a estragar. Acima dessa temperatura, o tempo máximo é de duas horas. 

Já os alimentos quentes, depois de preparados, só podem ficar até três horas em temperatura menor que 60ºC. Mais que isso, apenas se estiverem a 65ºC, condição em que duram até 12 horas.

Como refrigerar alimentos

Dados do Ministério da Saúde mostram que mais de 45% dos casos de doenças provocadas por alimentos contaminados ocorrem nas residências. Conservar corretamente os alimentos é fundamental para retardar a deterioração e evitar a proliferação dos microrganismos causadores de intoxicação alimentar. 

Congelar alimentos perecíveis

Se você comprou alimentos que não irá consumir em tempo, como verduras e legumes ou refeições, congele. A baixa temperatura reduz a velocidade de reações químicas e bioquímicas que também deterioram os alimentos. 

Geladeira organizada

A Anvisa recomenda armazenar os alimentos em recipientes fechados e dentro da geladeira, organizados de maneira que permita a circulação de ar no interior do equipamento.

Não devem ser colocados panos ou plásticos revestindo as prateleiras da geladeira e nem sobre os recipientes, pois esses materiais podem dificultar a refrigeração dos alimentos.

Parte superior da geladeira

Na parte superior da geladeira, coloque os frios, manteiga, requeijão, arroz, feijão e carnes já cozidas, pois é o espaço melhor refrigerado.

Parte intermediária da geladeira

Já na parte intermediária, coloque os alimentos semi-prontos, como pizzas e massas pré-cozidas.

Parte inferior da geladeira 

Embaixo e na gaveta, coloque carnes cruas, vegetais, frutas e legumes, tomando cuidado para deixar as carnes separadas do restante, a fim de prevenir a contaminação cruzada.

Dicas para evitar intoxicação alimentar

  • Não consuma alimentos que pareçam deteriorados, com aroma, cor ou sabor alterados, mesmo que estejam dentro do prazo de validade;
  • Não consuma carne crua;
  • Consuma apenas leite pasteurizado ou fervido;
  • Evite alimentos que foram fritos em óleo usado durante muito tempo;
  • Não consuma alimentos que estejam com a embalagem violada;
  • Não consuma alimentos que estejam fora do prazo de validade estabelecido pelo fabricante, mesmo que sua aparência seja normal;
  • Não misture alimentos de origens diferentes, como carnes e verduras, em cima da pia;
  • Tome todos os cuidados de higiene ao manusear alimentos. Use roupas limpas, cabelo preso e lave bem as mãos com água e sabão;
  • Lave bem frutas, verduras e legumes com água potável e sabão.
  • Guarde os alimentos já preparados dentro da geladeira;
  • Não consuma alimentos de procedência desconhecida;
  • Lave latinhas de refrigerantes e outras bebidas com água e sabão antes de guardá-las na geladeira.

Fonte: portal Dr Drauzio Varella

Imagem: Freepik

LEIA TAMBÉM

O jeito certo de lavar as mãos

Como higienizar alimentos e embalagens