fbpx

5 motivos para não deixar de tomar água

Fraqueza, tontura, dor de cabeça e fadiga podem ser sintomas de desidratação. Você sabia disso?

Esses sintomas podem ainda ser mais comuns no inverno, pois, nos dias frios, a tendência é beber menos água. Outro ponto é que, geralmente, espera-se ter sede para beber água. E não devemos fazer isso.

Por que tomar água todos os dias?

A sede é sinal de alerta para a necessidade do corpo por água, mas ela aparece quando a quantidade de líquidos no organismo já se encontra abaixo do nível desejado.

Pessoas desidratadas apresentam menor volume de sangue que o normal, o que acaba atrapalhando o funcionamento do coração. E isso pode levar aos sintomas de fadiga, tontura, dor de cabeça e fraqueza. Em casos mais graves, a morte.

Quantos litros de água é ideal beber por dia?

De acordo com o Dr. Drauzio Varella, a quantidade de água que precisamos ingerir diariamente pode variar. Mas, em média, para suprir todas as necessidades do organismo é preciso tomar 2 litros todo dia.

Ao longo de 24 horas, nós perdemos aproximadamente essa quantidade de água por meio da transpiração, urina, respiração e outras atividades que mantêm as funções vitais.

Como o nosso corpo não possui reservas ou condições para armazenamento de água, é essencial fazer reposição diária para manter a saúde e as funções básicas do organismo.

Tem limite de água por dia?

Assim como existe uma quantidade ideal de água, existe um limite. Segundo a Sociedade Brasileira de Nefrologia, seriam necessários 15 litros de líquido ao dia para sobrecarregar um rim saudável. No entanto, existem situações em que esse limite é mais baixo e, portanto, mais fácil de ser alcançado, tornando-se perigoso para a saúde. É o caso de pessoas que praticam esportes de resistência, como maratonistas e corredores de longa distância.

Quais os benefícios de beber água?

Confira 5 motivos para não deixar de tomar água:

Regula a temperatura corporal: durante os exercícios físicos ou quando o clima está muito quente, a água do organismo é liberada pela transpiração para regular a temperatura e evitar que nosso organismo esquente demais ou sofra alterações térmicas bruscas;

Desintoxica o corpo: ela auxilia na prevenção e no tratamento de infecção urinária, pois o líquido estimula as idas ao banheiro, o que ajuda a “limpar” o trato urinário. Em parceria com a ação das fibras alimentares, a água ajuda a formar e hidratar o bolo fecal, evitando que ele fique ressecado e, como consequência, cause constipação intestinal. Também auxilia na respiração, pois dilui o muco, o que facilita a expectoração de resíduos pulmonares;

Absorção e transporte de nutrientes: a água auxilia na absorção de nutrientes e glicose. Além disso, o líquido ajuda no transporte dessas substâncias pela corrente sanguínea e na distribuição para as diversas partes do organismo;

Emagrecimento: além de reduzir a retenção de líquidos, pois coloca os rins para trabalhar, a água também traz sensação de saciedade. Assim, ingerir 2 ou 3 copos antes da refeição ajuda a controlar o apetite. Sem contar que não tem calorias!;

Pele bonita: promove a revitalização das células e mucosas. Na pele, isso resulta em uma hidratação de dentro para fora. Portanto, ela constitui o método mais barato e eficaz para evitar o ressecamento e a descamação.

Fonte: redação Nocta com informações do site Dr. Drauzio Varella.

Imagens: freepik

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *