fbpx

Como deixar o seu LinkedIn turbinado

Diferente de outras redes sociais, o LinkedIn é voltado para contatos de trabalho e funciona também como uma vitrine profissional

 

Pensando em ajudar quem precisa dar um up no perfil do LinkedIn – principalmente para networking-, compartilhamos algumas dicas essenciais sobre o que fazer e o que não fazer. Confira!

Não enxergue como site de empregos

 

Aquela visão de “montar um currículo” como nos sites de empregos não se encaixa no LinkedIn. É claro, você precisa descrever suas qualificações, mas vai além disso. 

Lembre-se que é uma rede social profissional, e como tal você faz conexões com pessoas. São elas que podem te ajudar a voltar ao mercado de trabalho, caso esteja procurando uma nova colocação. Esse relacionamento que você cria na rede pode abrir portas.

Além disso, é por meio das pessoas que você se mantém atualizado e troca informações relevantes, crescendo profissionalmente.  

Hoje, muitos recrutadores usam o LinkedIn como ferramenta de busca de profissionais para as vagas em aberto. Algumas empresas até publicam as posições lá. Costumamos dizer que o LinkedIn é uma vitrine profissional. 

Maiores erros no Linkedin

 

É muito importante fazer uma boa descrição na sua apresentação, pois é por ali que a rede pode te localizar. Lembre-se, estamos falando de uma ferramenta que – como qualquer outra rede social – funciona por palavras-chave. 

Então, a forma que você descreve seu título e resumo determina como você será encontrado na busca. 

Muitas pessoas não colocam as principais informações ali, o que é um erro. Enquanto outras pecam pelo excesso e deixam tudo confuso. 

O que não pode faltar são as informações sobre sua experiência, aquelas que você acredita serem essenciais para conseguir uma oportunidade. Um exercício bom de se fazer é falar em voz alta – como se estivesse na frente de alguém – as informações que você está descrevendo. 

  • Destaque sobre sua carreira e histórico profissional;
  • Coloque as principais tarefas desenvolvidas e resultados atingidos;
  • Tempo de experiência em determinados cargos;
  • Conhecimentos e habilidades (palavras-chave);
  • Missão, visão, valores, propósito e projetos.

 

Faça as perguntas e responda:

 

– O que estou dizendo está claro?

– O que estou dizendo está correto (preste atenção à gramática)?

– O que estou dizendo mostra o que sou e o que quero?

 

Postura profissional

 

Você deve encarar a rede como um encontro entre profissionais. Como você se comportaria pessoalmente? É da mesma forma que você deve se comportar no virtual/digital. 

Os recrutadores não ficam de olho apenas nas informações do seu perfil, mas em todo o seu comportamento, interações e compartilhamentos no LinkedIn. 

Então, pense bem antes de escrever ou compartilhar algo. Faça sempre o exercício de “se imaginar” em uma roda de profissionais e o que você está transmitindo com aquilo que diz. 

Procure postar conteúdos que tenham a ver com sua área de atuação, algo sobre o mercado que você domina, pense sempre em manter conversas de forma saudável, fale de assuntos do dia a dia etc. 

Escrever artigos é uma excelente forma de demonstrar o seu conhecimento sobre variados temas, além da sua área. Isso ajuda bastante a construir uma boa reputação aos olhos de quem te acompanha. 

Evite: interações que só geram ódio.

Tenha sempre bom senso.

 

Fonte: Redação blog Nocta

Imagem: Freepik

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *