fbpx

Julho Amarelo – Combate às hepatites (campanha para download)

hepatite

 

Foi sancionada em janeiro de 2019 a Lei 13.802 que institui o Julho Amarelo, o mês de combate às hepatites.

 

De acordo com o Ministério da Saúde, a mobilização deverá ser realizada a cada ano em todo o território nacional durante o mês de julho, para conscientizar sobre os riscos, alertar sobre as formas de prevenção e estimular as pessoas a se vacinarem contra as hepatites virais e a buscarem o diagnóstico precoce.

 

Aqui no #blogNocta estimulamos a promoção da saúde nas empresas, por meio de campanhas de conscientização, como uma das ações para promover qualidade de vida para os funcionários e diminuir os afastamentos por doenças. É sempre bom lembrar que as corporações estão cada vez mais preocupadas com os altos índices de sinistralidade no plano de saúde, importante indicador analisado pela consultoria Nocta.

 

Se você é responsável pela área de Gestão de Pessoas e Recursos Humanos, indicamos estes conteúdos para ajudar na implantação de campanhas:

 

Campanhas com dicas que você pode fazer o ano todo:

 

Voltando ao #JulhoAmarelo , antes de chegar na campanha, entenda do que se trata as hepatites virais e por que é importante reforçar a prevenção.

 

O que são Hepatites A, B e C?

As hepatites A, B e C são provocadas por vírus que pertencem a famílias completamente diferentes, mas que têm em comum a característica de agredir células do fígado.

 

Qual a função do fígado?

O fígado é a maior glândula do corpo e possui múltiplas funções. Ele produz a bile, substância importante para a digestão das gorduras. Por minuto, passa 1,5 litro de sangue pelo interior desse órgão, o que faz das células hepáticas verdadeiras usinas. Elas transformam e produzem substâncias essenciais para o funcionamento do organismo, eliminam as desnecessárias e inativam as que seriam tóxicas.

 

O que as Hepatites causam no fígado?

Provocam desde lesões pequenas até cirrose, passando por hepatite aguda, hepatite crônica e chegando ao câncer.

 

Formas de Transmissão das Hepatites

 

Hepatite A

O vírus está presente nas fezes humanas e entra no corpo por via oral através da água ou alimentos contaminados, principalmente os crus.

– Água

– Vegetais

– Frutos do mar, ostras e mariscos

– Objetos

 

Hepatite B e C

O vírus do tipo C é transmitido pelo sangue ou por instrumentos que contenham sangue.

Já o vírus do tipo B é uma infecção sexualmente transmissível (IST), não é a única forma de a pessoa adquirir, mas seguramente é a mais importante delas.

– Relação sexuais sem camisinha

– Transfusão de sangue

– Na gestação e durante o parto

– Na amamentação (hepatite B)

– Objetos contaminados – seringa, alicates de unha, lâminas de barbear, escova de dentes, aparelhos de tatuagem, entre outros.

 

Doença silenciosa

As hepatites podem não manifestar sintoma algum.

 

Prevenção das Hepatites

Se atente às formas de transmissão de cada tipo de hepatite.

1) Hepatite A: não ingerir água sem tratamento, lavar as mãos, lavar os alimentos crus e verificar procedência de frutos do mar, ostras e mariscos antes do consumo.

2) Hepatite B e C: use camisinha, não compartilhe lâminas e objetos de higiene pessoal em geral, procure tatuadores com procedimentos adequados de esterilização dos aparelhos e materiais descartáveis, assim como manicures.

 

Faça um check-up, uma avaliação de saúde a que muitas pessoas se submetem todos os anos.

 

Dica de Saúde para download. Compartilhe e seja um RH promotor da saúde!

  • Coloque no mural da empresa
  • Envie por e-mail

Clique na imagem para ampliar

hepatite

 

Fontes: Redação blog Nocta; Ministério da Saúde; Dr. Drauzio Varella

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *